Marketing de Conteúdo – Sua empresa está ficando para trás

Gerar um conteúdo que agregue valor para sua página e ao mesmo tempo atenda as exigências de qualidade solicitadas pelas ferramentas de pesquisa, faz com que sua empresa ganhe visibilidade e autoridade no mundo online.

Se seu concorrente aparece n topo da lisa das pesquisas, sua empresa está no fim da página ou talvez nem esteja nas opções da primeira pagina, significa que você esta perdendo reconhecimento de marca e acessos ao seu site.

Publicar conteúdos pertinentes para sua persona gera resultados quase imediatos, principalmente se alinhado a uma boa estratégia de divulgação nas mídias sociais, entretanto, é em longo prazo que os resultados do marketing de conteúdo se destacam. Mas porque os resultados escalam com o tempo? Para responder a essa pergunta, vamos utilizar o Google, afinal ele é o buscador mais conhecido e o que domina o mercado.

COMO O GOOGLE FUNCIONA?

Quando você realiza uma pesquisa, você não esta buscando na internet em si, mas sim nas páginas que o Google possui em seu índice. Uma vez que você digita uma palavra-chave e realiza a busca, o sistema procura no índice quais páginas possuem a palavra-chave que você digitou, e as coloca em ordem de relevância.

O Google sempre procura entregar o melhor conteúdo possível para cada palavra-chave buscada, e por isso está continuamente avaliando seu site para definir se ele é uma boa fonte de informação para seus usuários.

Para seu site ser considerado uma boa fonte de informação, o Google avalia alguns fatores, como por exemplo, frequência de produção de conteúdo, quanto tempo as pessoas passam no sua pagina ou site, qual o desempenho dos conteúdos nas mídias sociais, entre outros pontos.

A questão final é que não é possível construir autoridade de mercado em um curto período de tempo. Seus conteúdos precisam de tempo para serem visitados, compartilhados em redes sociais. Sua página precisa de tempo para estabelecer uma frequência de publicação e acessos, gerar autoridade e virar referência no mercado.